Blog Quero me Formar — Organização & Finanças: O Que São Bancos Digitais e Como Eles Funcionam | Segurança, Atendimento e Custos

27 de junho de 2020

O Que São Bancos Digitais e Como Eles Funcionam | Segurança, Atendimento e Custos

Os bancos digitais se tornaram muito populares no Brasil e vêm ganhando a confiança dos brasileiros. Ainda assim, tem gente que não é muito fã dessa "tecnologia" toda ou não sabe se esses bancos são seguros. Confira nesse artigo o que são e como funcionam os bancos digitais!

Mulher sentada à mesa mexendo em seu computador

Não é de hoje que a tecnologia vem modificando a forma como as operações bancárias são feitas: há algum tempo se popularizou o Internet Banking, plataforma que iniciou as transações bancárias pela internet (pagamentos, transferências e extratos) até que, atualmente, os bancos digitais estão se expandindo e conquistando cada vez mais clientes.

Em 2018, segundo uma pesquisa da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), divulgada em 2019, foram registradas 2,5 milhões de contas digitais abertas por dispositivos móveis (mobile banking).

Apesar da popularidade, é muito importante saber onde está deixando o seu dinheiro e não somente "acompanhar a manada". Por isso, entenda nesse artigo o que são bancos digitais, como eles funcionam e se é seguro deixar o seu dinheiro e seus dados nessas instituições.


O Que São Bancos Digitais e Como Eles Funcionam


Antes de mais nada, é necessário compreender o que são bancos digitais e se todo banco que oferece serviços digitalmente também são considerados bancos digitais. Em seguida, conheça as principais vantagens desvantagens desses bancos e seu funcionamento.


O que são bancos digitais?

Os bancos digitais são instituições financeiras que não possuem sede física para atendimento ao público (agências), de forma que tudo é feito de forma 100% online, desde a abertura de conta, movimentações e suporte ao cliente.

Isso é verificado com o Banco Inter, por exemplo, que tem sua sede em Belo Horizonte - MG mas que não oferece antedimento presencial (caixas eletrônicos, gerentes e etc.).

Ou seja, mesmo que os bancos tradicionais estejam presentes também de forma virtual, por meio dos aplicativos e Internet Banking, eles não são bancos digitais pois não concentram os seus serviços e atendimentos de forma virtual.

Os bancos digitais também estão inseridos dentro do conceito de fintechs que você provavelmente já ouviu falar, que está relacionado às empresas que se utilizam da tecnologia para inovar no setor financeiro.

Como tudo é feito virtualmente, a forma de acesso para abertura de conta e utilização dos serviços é pelo celular ou computador.


Quais são os serviços oferecidos pelos bancos digitais?


Em síntese, os bancos digitais funcionam como um banco tradicional e, por isso, tendem a oferecer os mesmos serviços que eles:
  • conta corrente (porém gratuita);
  • transferências bancárias;
  • pagamentos;
  • cartão de débito e crédito (este último normalmente sujeito à aprovação e, em sua maioria, gratuito);
  • seguros;
  • investimentos;
  • consórcios e até empréstimos.

O portfólio de serviços dos bancos digitais tendem a se ampliar, principalmente com o desenvolvimento do banco, como é o caso do Inter, que recentemente anunciou fundos de previdência privada.


Vantagens dos bancos digitais


A vantagem mais evidente é o custo reduzido (ou zero, em alguns casos) nos serviços oferecidos. 

Os bancos digitais oferecem contas correntes, transferências bancárias e cartões de crédito a custo zero ou por um valor muito inferior ao dos bancos tradicionais.

Outra vantagem é que, sendo 100% virtual, também é muito mais prático abrir sua conta, pagar contas e fazer transferências bancárias, tornando principalmente o processo de abertura de conta mais ágil e menos burocrático.

Os bancos digitais também oferecem mais e qualidade agilidade no atendimento (normalmente), principalmente se comparado ao tempo gasto em filas de bancos tradicionais para resolver coisas simples que nos impedem de resolver pelo telefone.

Sendo assim, os principais diferenciais dos bancos digitais são agilidademenor custo e menos burocracias.




Como uma vantagem nos serviços oferecidos, também é comum que os bancos digitais ofereçam opções de investimentos mais rentáveis como uma forma de atrair mais clientes para a instituição.


Desvantagens dos bancos digitais


As fintechs, é claro, também têm suas desvantagens.

Entre elas, o fato de ser 100% digital pode incomodar muita gente e até dificultar o acesso à pessoas com menos afinidade com a internet.

Eu mesma tenho uma amiga pouco mais velha do que eu que diz não confiar em fazer pagamentos ou transferências por aplicativos, mesmo em bancos consolidados.
Assim, ela provavelmente não abriria uma conta em um banco digital, mesmo que economizasse muito com ele.

Além disso, a falta de acesso à internet (ou de internet de qualidade) é realidade para muitas pessoas no Brasil e no mundo.

Dessa forma, essas pessoas que não possuem acesso à internet não seriam contempladas pelas vantagens dos bancos digitais.

Mãos femininas segurando um tablet digital
Tudo é feito de maneira 100% virtual nos bancos digitais | O Que São Bancos Digitais e Como Eles Funcionam 


Outra desvantagem é a forma de depósito em conta, que só é possível por meio de boleto bancário que, após o pagamento, só será compensado dias depois, a depender do banco.

Isso faz com que exista um certo delay entre a data em que você pagou o boleto de depósito e a data em que o dinheiro realmente vai aparecer na sua conta.

A outra forma de colocar dinheiro na conta do banco digital é por meio da transferência bancária que, normalmente, tem um alto custo nos bancos tradicionais, tornando o depósito por boleto a única opção para colocar o dinheiro na conta do banco digital sem nenhum custo.

Há também algumas peculiaridades com relação aos saques, visto que só é possível fazê-lo por meio do Banco24Horas para a maioria dos bancos digitais e, além disso, também podem existir cobranças por saques.

Adicionalmente, adianto que uma forma de driblar essa cobrança, se houver, é transferir o dinheiro para um banco que tenha um caixa eletrônico mais próximo, visto que essa transferência tende a ser gratuita. 

Na minha experiência com o Banco Inter, o dinheiro caía na conta do outro banco em poucos minutos.

Por fim, a maioria dos bancos digitais não oferecem talões de cheques, o que pode desagradar algumas pessoas apesar de que os cheques caíram um pouco em desuso.


Por que os bancos digitais cobram preços menores?

Por não possuírem agências físicas, o custo desses bancos tendem a ser bem menores, pois reduz-se os gastos com funcionários, estabelecimento, energia elétrica, equipamentos e etc.

Além disso, por operar de forma 100% digital, os bancos digitais conseguem ser mais escaláveis e atender um número maior de pessoas.

Dessa forma, os bancos conseguem cobrar menos por seus serviços porque gastam menos para funcionar.


Os bancos digitais são seguros?


O Banco Central fiscaliza os bancos digitais assim como o faz com as instituições financeiras tradicionais, então a resposta é sim.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) anunciou, em abril de 2019,  novas regras de segurança que se aplicam aos bancos digitais. As principais exigências dizem respeito à política de segurança cibernética e requisitos para a contratação de serviços de processamento e armazenamento de dados em nuvem.

Além disso, os bancos tendem a investir muito em segurança e proteção de dados, visto que sua atuação se dá somente de forma virtual, a segurança deve ser prioridade.

Adicionalmente, você pode conferir a reputação do banco no site Reclame Aqui e também fazer uma consulta do CNPJ da empresa na Receita Federal e confirmar suas informações, bem como se o CNPJ está ativo. 

Seu dinheiro está seguro nos bancos digitais?

Dependendo do banco em que você se tornar se cliente, o seu dinheiro estará bastante seguro.

Isso porque alguns bancos contam com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) ou, em caso de contas de pagamento como a NuConta, o seu patrimônio fica separado do patrimônio da instituição, que não pode utilizá-lo para conceder empréstimos e financiamentos.

Quanto à cobertura do FGC, a regra geral de que o Fundo assegura até R$250.000 por CPF em instituição, com um teto de R$ 1 milhão, a cada período de 4 anos.

Os bancos digitais mais populares que contam com a garantia do FGC são (03/2020):
  • Agibank
  • Banco Inter
  • Banco Original
  • C6 Bank

Para conferir a lista de instituições associada ao FGC, clique aqui.


Como funcionam os bancos digitais?

De forma resumida, eles disponibilizam o seu atendimento e serviços apenas de forma virtual.

Assim, para iniciar o processo de abertura de conta, basta acessar o site do banco pelo computador ou aplicativo, pelo celular.

Naturalmente, é necessário conceder algumas informações pessoais como nome completo, documentos (identidade e CPF), endereço e etc.

Ao final do preenchimento é necessário escanear os documentos que comprovem os seus dados e enviá-los por meio do aplicativo. Tudo bem rápido e 100% digital.

A solicitação passa por um período de aprovação (em geral, alguns dias) e, se aprovada, as informações bancárias são enviadas ao cliente por e-mail. São elas: agência e número de conta.

Para transferir o seu dinheiro para a conta digital, é possível fazer uma transferência bancária pelo seu banco ou gerar um boleto no banco digital (gratuito) que será compensado em alguns dias. No Banco Inter, por exemplo, o prazo máximo para o dinheiro cair na conta é de 2 dias úteis.

A partir daí já é possível começar a utilizar a conta no aplicativo ou site (Internet Banking), mesmo enquanto aguarda o recebimento do cartão. Normalmente para habilitar a função crédito do cartão é necessário solicitar uma análise de crédito.

Após receber o cartão, basta ativá-lo pelo aplicativo, o que também é feito de maneira muito prática. A partir daí você já pode utilizar seu cartão para compras e saques presenciais.


Bancos digitais x Contas digitais


Naturalmente, os bancos digitais oferecem contas digitais, contudo, nem todas as contas digitais são oferecidas por bancos digitais e notar essa diferença é bastante importante.

Isso porque muitos bancos tradicionais têm oferecido contas digitais para acompanhar o desenvolvimento da tecnologia financeira, entretanto, os serviços gratuitos oferecidos por essas contas normalmente são muito limitados, não competindo as contas digitais de bancos digitais.

Outro fator importante dessa diferença é que os bancos digitais e tradicionais contam com a garantia do FGC, mas as contas digitais que não são vinculadas a bancos não têm essa garantia, como as contas de pagamentos e assemelhadas. 

Nesses casos, torna-se necessário pesquisar ainda mais se o seu dinheiro estará seguro nessa instituição.


Contas digitais mais populares no Brasil


As contas digitais mais populares e mais utilizados pelos brasileiros são:
  • Banco Inter
  • NuConta
  • Next
  • AgiBank
  • C6 Bank
  • Neon Pagamentos
  • Banco Original


+ Aproveite para salvar as dicas no Pinterest!
    Infográfico sobre O Que São Bancos Digitais e Como Eles Funcionam | Segurança, Atendimento e Custos


    Considerações finais sobre os bancos digitais

    Os bancos digitais são bancos sem agência física e, portanto, oferecem seus serviços de forma 100% digital. Todos os processos, desde a abertura de conta ao suporte, são feitos de forma virtual pelo site ou aplicativo do banco.

    É importante saber mais sobre os bancos digitais pois dentre as principais vantagens desses bancos estão o custo baixo (ou zero, em algumas instituições) e facilidade nas operações, seja na abertura de conta ou no atendimento.

    Entretanto, é preciso estar atenta à natureza da conta digital: se ela for vinculada à um banco, você também pode contar com a garantia do FGC, o que torna os bancos digitais ainda mais seguros e interessantes.

    Seja para diminuir gastos com tarifas ou mesmo ter mais praticidade nas operações bancárias, os bancos digitais são ótimas opções.

    + Clique aqui e conheça o planner financeiro do blog!

    A conta digital que eu mais utilizo é a do Banco Inter, há mais de um ano, e felizmente nunca tive decepções, além de que o depósito por boleto normalmente cai no mesmo dia.

    Me conta nos comentários qual banco digital você já utiliza ou se pretende abrir conta em algum!


    + Siga o blog nas redes sociais:
    Instagram@blog.queromeformar
    Pinterest/queromeformar



    + PINE A IMAGEM PARA NÃO ESQUECER!
        
    Imagens para Pinterest O Que São Bancos Digitais e Como Eles Funcionam | Segurança, Atendimento e Custos



    REFERÊNCIAS

    Banco digital: qual é o melhor? Conheça os principais e saiba o que eles oferecem. Blog Magnetis

    Banco Digital: saiba como funciona e conheça os melhores. Dicionário Financeiro.

    Saiba o que são bancos digitais e economize muito migrando para essas instituições. Fintech.

    2 comentários:

    1. Eu utilizo um que não apareceu na lista, o cartão de crédito da corretora/banco de investimentos ModalMais, sou um pouquinho paranoico com segurança digital e além de fornecer um sistema de rendimento de pontos/milhas que não expiram nunca, oferecem a tecnologia Motion Code que muda o CVV constantemente.

      Além disto o cartão é muito útil para transações internacionais com a bandeira visa internacional no plano PLAT.

      Ótimo post!

      - Math

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigada pelo seu comentário, Math! Ele é bastante relevante!

        Conheço pouco a ModalMais mas realmente a segurança deles parece não deixar a desejar. Vou pesquisar, fiquei interessada! ;)

        Excluir

    - Lembre-se de que todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do autor.
    - Não pratique spam!
    - Deixe a opção "Notifique-me" marcada para que você receba uma notificação quando seu comentário for respondido.