Blog Quero me Formar — Organização & Finanças: Qual é a Diferença Entre Ativos e Passivos e Por que Você Deveria Saber Isso

5 de setembro de 2020

Qual é a Diferença Entre Ativos e Passivos e Por que Você Deveria Saber Isso

 Um dos conceitos mais importantes da educação financeira é a diferenciação entre ativos e passivos. Mas você sabe qual é a diferença entre eles?


Compreenda nesse artigo qual é a diferença entre ativos e passivos e por que você deveria saber disso.

uma-mao-segurando-a-chave-de-uma-casa

Os conceitos de ativos e passivos nas finanças pessoais se popularizou principalmente com a abordagem no livro Pai Rico, Pai Pobre.

Considerado a bíblia da educação financeira, o autor, Robert Kiyosaki, explica o que são ativos e passivos (no contexto das finanças pessoais) e que acontece quando você compra cada um deles.

É isso o que veremos no artigo dessa semana: o que são ativos e passivos e qual é a diferença entre esses dois conceitos?

E, o mais importante: por que você deveria saber isso?



Qual é a Diferença Entre Ativos e Passivos e Por que Isso é Importante



Antes de mais nada, é importante saber o que significa cada um desses termos.

As palavras "ativos" e "passivos" são termos técnicos de algumas áreas/ciências, principalmente nas Ciências Contábeis, portanto, é importante frisar que estaremos abordando aqui o conceito aplicado às finanças pessoais.

Para isso, eu estarei me baseando na abordagem do livro que citei na introdução (Pai Rico, Pai Pobre), que traz esses conceitos de maneira simples e objetiva.


O que são ativos e passivos?


Quando tratamos das finanças pessoais, os ativos são principalmente os bens e aplicações (investimentos) capazes de gerar retornos e que somarão [positivamente] no seu fluxo de caixa.

Os ativos costumam gerar ainda retornos de forma passiva, ou seja, sem que você tenha um esforço adicional para obter o ganho (renda passiva é diferente de passivos, ok?)

Os ativos podem ser considerados como a parte positiva do seu patrimônio, pois contribuem para aumento dele e, portanto, o dinheiro flui para o seu bolso.

Exemplos de ativos são os próprios investimentos, como Tesouro Direto, CDBs, ações, imóveis e carros para aluguel.

De forma inversa, os passivos representam dispêndios que geram gastos futuros (em vez de rendimentos), diminuindo o seu patrimônio.

Ou seja, fazem o dinheiro "fluir para fora" do seu bolso.

Exemplos de passivos são a compra de bens como casa própria e veículos, com o intuito de uso pessoal, visto que esses bens geram obrigações como manutenção e impostos periodicamente.


Então qual é a diferença entre ativos e passivos?

A principal diferença entre ativos e passivos é que um ativo é algo que coloca dinheiro no seu bolso, enquanto um passivo é algo que tira dinheiro do seu bolso (retirado do livro Pai Rico, Pai Pobre). 

Essa diferença reside justamente na definição desses termos que, como citado nos exemplos, é o que se verifica na prática.

De fato, se você tem R$20.000,00 guardados e resolve aplicar esse dinheiro (mesmo na poupança) por 5 anos, a verdade é que você terá mais do que R$ 20.000,00 após esse prazo.

Ressalto, porém, que poupança não é investimento (este foi apenas um exemplo).

Clique aqui e confira o artigo em que explico essa afirmação e abordo alguns investimentos que recomendam como substitutos à poupança.

Entretanto, se você pegasse esses mesmos R$20.000,00 guardados e comprasse um veículo e o mantivesse pelos mesmos 5 anos, o que aconteceria?

Ao final desse período você teria um carro que se desvalorizou e estaria valendo bem menos do que os R$20.000,00 iniciais, além de que teria pago de 4 a 5 vezes o imposto do veículo (IPVA) e inevitavelmente teria tido alguns gastos com manutenção, nem que seja a troca de óleo, além dos gastos com combustível.

Você consegue perceber a diferença entre um desembolso e outro?

Um se valoriza e faz com que você ganhe mais dinheiro (investimento - ativo), enquanto o outro se desvaloriza e faz com que você gaste mais dinheiro (veículo - passivo). 


Por que você deveria saber isso?

Você deveria saber a diferença entre ativos e passivos para tomar melhores decisões com o seu dinheiro.

Isso quer dizer que tomar melhores decisões é o mesmo que não comprar um carro ou casa própria?

De forma alguma!

Isso significa que você pode definir prioridades e se planejar para comprar passivos.

Imagine uma pessoa que não tem uma condição financeira confortável no momento e adquire um carro (um passivo). Isso vai lhe demandar ainda mais gastos, além da própria aquisição do veículo.

Em vez de favorecer a sua condição financeira, essa compra certamente vai lhe complicar ainda mais, visto que terá o gasto com o combustível, com manutenção e com impostos, no mínimo.

Nos meus artigos sobre finanças, eu sempre indago o seguinte questionamento: você quer ter dinheiro ou quer ter coisas?

É fato que o dinheiro compra as coisas, mas se você gastar todo o seu dinheiro comprando coisas, você nunca terá dinheiro.

Para ter "o melhor dos dois mundos", o ideal é ter, primeiro, o dinheiro e utilizá-lo para comprar ativos até que o seu dinheiro seja suficiente para comprar os seus passivos sem esgotar os seus recursos.

De forma simples, o ideal seria formar ao menos uma reserva de emergência antes de fazer grandes compras (como carro e casa própria, por exemplo).

Assim fica muito mais fácil manter esses passivos que demandam gastos periodicamente.

Recentemente li no Quora (site de perguntas e respostas) sobre uma pessoa que tinha R$100.000,00 e gastou toda essa quantia dentro de um relacionamento, em apenas 2 anos. Confira a história toda aqui.

Certamente ela tinha ao lado uma pessoa que não sabia qual era a diferença entre ativos e passivos e que pensava apenas em ter coisas, e não em acumular patrimônio primeiro, antes de conquistar bens de maior vulto.

Ressalto, porém, que não existe um padrão de qual é a melhor decisão. Isso cabe à realidade de cada um.

No meu momento atual, eu considero um carro (para uso próprio) como um passivo e não pretendo comprar um.

Entretanto, isso pode ser algo muito urgente para alguém que conseguiu um emprego com um salário bem melhor na cidade vizinha ou para quem está expandindo o seu negócio, por exemplo.

Para essa pessoa, esse veículo pode ser imprescindível e até figurar de forma semelhante a um ativo, como uma ferramenta de lhe gerar mais renda.

E é por isso que conhecer a diferença entre ativos e passivos é tão importante.

Para criar maior consciência dos seus gastos e analisar se, de fato, os passivos que você está adquirindo agora serão construtivos ou destrutivos para o seu patrimônio no futuro.

Lembre-se: ser rico é melhor do que parecer.


+ Gostou do conteúdo? Salve-o no Pinterest!

Infográfico com Informações sobre Qual é a Diferença Entre Ativos e Passivos e Por que Você Deveria Saber Isso




Considerações Finais

O breve artigo dessa semana se dedicou a explicar a diferença entre ativos e passivos, dois conceitos bastante abordados nas finanças pessoais e de suma importância para a alfabetização financeira.

Compreender a diferença entre esses termos (tanto na teoria quanto na prática; esta última, a mais importante) é imprescindível para tomar as melhores decisões com o seu dinheiro.

A principal diferença entre ativos e passivos é que um ativo é algo que coloca dinheiro no seu bolso, enquanto um passivo é algo que tira dinheiro do seu bolso.

Essa é a principal diferença entre ativos e passivos, tanto na teoria quanto na prática.

Como isso se aplica na nossa realidade, quando compramos um ativo ou um passivo, foi exemplificado ao longo do artigo.

Você pode salvar as imagens ao longo do artigo para não esquecer desse conceito tão importante.


BREVE ATUALIZAÇÃO PESSOAL

Aproveitando, eu gostaria de fazer uma breve abordagem sobre o meu contexto que pode interferir na frequência de postagens do blog.

Atualmente os novos artigos são publicados todo sábado, entretanto, minhas aulas (até então suspensas, o que me dava bastante tempo para me dedicar a blog) recomeçaram e no formato EAD, que é ainda mais "pesado" que no presencial.

Além das aulas, eu também faço muitas atividades extracurriculares (pesquisa, empresa júnior e monitoria) para tentar aproveitar ao máximo a experiência de estar numa federal, além das minhas demandas em casa e alguns trabalhos que faço para pessoas da família.

Enfim, eu farei o possível para manter a frequência de uma postagem por semana, contudo, pode ser que eu não consiga fazê-lo ou atrase um pouco a publicação.

No mais, eu gostaria de aproveitar para agradecera todas as pessoas que têm acompanhado o blog e fazendo-o crescer! <3 

__________

Voltando ao artigo, eu espero ter conseguido explicar claramente a diferença desses dois conceitos e que essa explicação possa de fato ajudar você a tomar melhores decisões com o seu dinheiro.

Me conta nos comentários se você já conhecia essa diferença entre ativos e passivos e se você também considera isso importante!


+ Siga o blog nas redes sociais:
Pinterest/queromeformar



+ PINE A IMAGEM PARA NÃO ESQUECER!

Imagens de Divulgação para Pinterest Qual é a Diferença Entre Ativos e Passivos e Por que Você Deveria Saber Isso


Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Lembre-se de que todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do autor.
- Não pratique spam!
- Deixe a opção "Notifique-me" marcada para que você receba uma notificação quando seu comentário for respondido.