Blog Quero me Formar — Organização & Finanças: Entenda De Vez Por Que Poupança Não é Investimento

8 de fevereiro de 2020

Entenda De Vez Por Que Poupança Não é Investimento

Você tem dinheiro aplicado na poupança? Por acaso já ouviu a frase "poupança não é investimento"? Se sim, você sabe realmente o que isso significa?
Se você nunca ouviu essa expressão e tem dinheiro aplicado na caderneta, com certeza você precisa deste artigo!

Entenda de uma forma descomplicada e objetiva porque a poupança não é um investimento.



Se você quer aprender a organizar melhor suas finanças para começar a investir, é primordial que você comece a aprender alguns pontos que devem ser analisados antes de escolher um investimento.

Analisando alguns critérios imprescindíveis para se certificar de que seu dinheiro irá se multiplicar (o principal objetivo de investir o seu dinheiro), você chegará a uma constatação que muitas pessoas infelizmente ainda não tiveram: poupança não é investimento. Mas por que?


AVISO: ESTE ARTIGO NÃO É UMA RECOMENDAÇÃO. CONTEÚDO MERAMENTE INFORMATIVO.

O artigo de hoje dedica-se a responder essa pergunta de forma detalhada e descomplicada para que você não erre mais ao aplicar o seu dinheiro.

Entenda De Vez Por Que Poupança Não é Investimento


Aplicar o dinheiro em uma caderneta de poupança significa depositar uma quantia em uma conta bancária de natureza poupança, oferecida por qualquer banco. 

Pode ser interessante manter uma conta poupança em um banco de sua preferência, pois não é cobrado nenhum valor para a sua manutenção (como em contas correntes de bancos tradicionais) e pode ser útil para receber dinheiro, pagar contas e outras finalidades. Contudo, deixar o seu dinheiro parado nesta conta para receber a rentabilidade da poupança não é tão vantajoso assim.

A rentabilidade da poupança é determinada pelo governo, portanto, qualquer banco oferece uma conta poupança mas nenhum deles estará oferecendo uma rentabilidade diferente. Além disso, você receberá os juros pelo dinheiro aplicado a cada aniversário do seu depósito, ou seja, ao depositar uma quantia em sua conta poupança ela não estará rendendo imediatamente, mas sim após 30 dias. O mesmo vale para os próximos depósitos: cada um começará a render no seu "aniversário".


Mas qual é o rendimento da poupança?

Por rendimento, entendemos aqui qual a taxa de juros que a poupança paga para que você deixe o seu dinheiro depositado.

Esse rendimento depende da Taxa Selic, a taxa de juros básica da nossa economia (falamos um pouco mais sobre ela no artigo O que São Taxas de Juros e Como Elas Interferem na Sua Vida). Funciona assim:

  • Quando a Selic estiver abaixo de 8,5% ao ano, a poupança rende 70% (ao ano) do valor da taxa básica mais a Taxa Referencial (TR)*.
  • Quando estiver maior do que 8,5% ao ano, o rendimento passa a ser de 0,5% ao mês mais a TR*.

* A Taxa Referencial (TR) é uma taxa de juros da economia que tinha por finalidade controlar a inflação durante o Plano Color II e é utilizada para a correção monetária na Caderneta de Poupança, FGTS, Títulos Públicos e alguns financiamentos imobiliários. Contudo, nos últimos anos (desde 2018) essa taxa tem sido igual a 0,00%, por isso, pode ser considerada no cálculo do rendimento da poupança por enquanto.

Na atual circunstância (jan. 2020), a Selic está abaixo de 8,5%, portanto, o rendimento da poupança leva em conta o cálculo para a menor porcentagem de retorno. Segundo o Banco Central, o rendimento da poupança em 03/01/2020 era de 0,2588.

Se tratando de uma taxa de juros tão baixa, deve-se questionar um fator muito importante ao considerar o valor do dinheiro no tempo: a inflação.

A poupança não pode ser considerada como investimento principalmente devido a esse indicador econômico que deteriora o poder de compra da moeda, fazendo com que o dinheiro perca valor com o passar do tempo, já que os rendimentos da poupança são muito próximos à inflação.

Portanto, enquanto você deixa o seu dinheiro depositado na poupança  ao longo de vários períodos e a inflação, também medida percentualmente, supera o rendimento oferecido pela poupança, na prática você estaria perdendo dinheiro, pois estaria perdendo poder de compra.

A inflação é medida principalmente pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado o índice oficial pelo governo federal que, entre outros aspectos, mede a variação percentual de preços de produtos comum à maioria das famílias.


+ Não deixe de conferir:
• 6 Passos Simples para Economizar no Dia a Dia Sem Fazer Cortes Drásticos no Seu Orçamento

Em 2019, o IPCA acumulado (inflação) registrou uma variação de 4,31% segundo o IBGE. Dado que essa variação foi positiva, significa que o preço dos produtos aumentaram, em média, 4,31% durante o ano. Do outro lado, a poupança rendeu apenas 4,26%, abaixo da inflação. Ou seja, quem deixou o dinheiro aplicado na poupança em 2019, na prática, acabou perdendo dinheiro (poder de compra).

Entenda melhor com esse exemplo da Bússola do Investidor:

"Você guardou R$100,00 para comprar uma roupa, mas, ao invés de comprar, coloca o dinheiro na poupança. Um ano depois, você ficou com R$ 105,00, ou seja, rendeu R$ 5,00. Quando vai comprar a roupa, percebe que agora ela custa R$110,00! O seu dinheiro não tem mais o poder para comprar aquele item".

É esse o efeito da inflação sobre o nosso dinheiro e por isso analisar a rentabilidade dos seus investimentos é tão importante, especialmente se você tem deixado o seu dinheiro na poupança nos últimos anos, pois o cenário é de juros baixos e isso faz com que a poupança ofereça rendimentos abaixo da inflação.

Você pode até pensar que essa diferença percentual é muito pequena e que, pela facilidade de deixar o seu rendimento aplicado na poupança, pode valer a pena deixar o seu dinheiro aplicado na caderneta, mas não é bem assim. Aplicando mensalmente uma quantia durante muitos anos, essa diferença pode se tornar milhões.

Veja esse exemplo retirada do livro Do Mil Ao Milhão Sem Cortar o Cafezinho, do Thiago Nigro:


Livro Do Mil Ao Milhão Sem Cortar o Cafezinho Thiago Nigro; Rendimento Poupança x Outros Investimentos

Por mais que encontrar um investimento conservador que remunere a 1% ao mês não seja tão fácil, a ação dos juros compostos é o que favorece outros investimentos e desfavorece a poupança. Isso porque, os juros compostos são os chamados "juros sobre juros" e, portanto, os juros vão se somando ao capital aplicado, sobre o qual serão pagos a você ainda mais juros. 

Ou seja, quanto mais o seu dinheiro se multiplicar, mais juros você receberá, e mais o seu dinheiro se multiplicará... Enfim! Dado que a rentabilidade da poupança é muito baixa e os rendimentos são por aniversário do depósito, o seu dinheiro não se multiplica com tanta facilidade como em outros investimentos e, portanto, você se beneficia menos dos juros compostos.

O intuito de investir o seu dinheiro é fazê-lo se multiplicar, ou seja, obter cada vez mais poder de compra com as suas aplicações, o que não é possível com a poupança. Ficou claro porque poupança não é investimento?


E por que tantos brasileiros ainda deixam o seu dinheiro na poupança?

A poupança é o aplicação tradicional e favorita dos brasileiros: mais de 100 milhões de pessoas no Brasil deixam o seu dinheiro na poupança.

Talvez o principal motivo seja comodidade.

Deixar o dinheiro na poupança é seguro, fácil, pode ser resgatado a qualquer momento e, aparentemente, os rendimentos são imediatos e satisfatórios.

Contudo, existem investimentos de renda fixa com benefícios muito semelhantes aos da poupança e, devido a ser necessário analisar as várias opções e fazer uma escolha, talvez o brasileiro prefira deixar como está e não buscar melhores opções para o seu dinheiro.

Quanto à segurança, a poupança tem a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que assegura o seu dinheiro de volta em caso de a instituição em que você investiu estiver impossibilitada de reaver o seu dinheiro (exemplo: falência), respeitando o limite de R$250.000,00 por CPF em instituição financeira.

No entanto, esse não é um benefício exclusivo da poupança e o FGC também assegura investimentos de renda fixa, como: CDBs, RDBs, LCIs e LCAs e os títulos públicos do Tesouro Direto (em que, de forma simples, você compra títulos do Governo Federal e o recebe com juros) são garantidos pelo governo e, mesmo em crises econômicas, é praticamente impossível perder o seu dinheiro.

No quesito rentabilidade, algumas pessoas ainda têm a impressão de que poupança entrega bons rendimentos principalmente devido à tradição da poupança e, segundo o meu pai, há muitos anos atrás era realmente possível fazer fortunas com a poupança. Mas, por agora, já vimos que a poupança está longe disso, portanto, a poupança é o "investimento" menos rentável possível.

Por fim, uma vantagem que parece ser difícil [mas não impossível] de se superar da poupança é a liquidez, ou seja, a disponibilidade do seu dinheiro para ser resgatado a qualquer momento sem prejuízo da rentabilidade.

Na poupança, o dinheiro fica disponível na sua conta, pronto para ser sacado a qualquer momento. Apesar de parecer simples, não é tão fácil assim: como o rendimento da poupança é por aniversário do depósito, se você retirar antes que o seu dinheiro tenha "feito aniversário" e recebido o rendimento, você estará sendo prejudicado e perderá os juros a que teria direito se esperasse. Ou seja, a disponibilidade do dinheiro é compensado com a complexidade do rendimento.

Alguns investimentos de renda fixa, no entanto, podem ser mais facilmente resgatáveis e, normalmente, ficam disponíveis na sua conta em um dia útil após a solicitação de resgate/retirada e, ainda, sem prejuízo da rentabilidade.

Em suma, é possível deixar o seu dinheiro em um aplicação segura, com um rendimento maior que o da poupança e com liquidez quase imediata.


Como não perder dinheiro para a inflação?

Falaremos mais sobre investimentos adiante e muito em breve você poderá aprender a investir com os nossos artigos. Por enquanto, estamos indo por partes e lhe mostrando os conceitos iniciais de educação financeira, mindset e, agora, estamos dando o primeiro passo no conhecimento sobre investimentos: entender de vez que poupança não é investimento.

O ideal é que você defina qual a sua intenção ao "investir" na poupança (multiplicar o seu patrimônio ou apenas fazer uma reserva de emergência) e busque o máximo de conhecimento possível sobre os tipos de investimentos disponíveis no mercado. Antes de escolher, analise as taxas de rendimento oferecidas, a segurança (se são garantidos pelo FGC ou algum outro órgão) e a liquidez oferecida. A partir disso, identifique qual investimento se enquadra nos seus objetivos financeiros e escolha o investimento ideal para você.

Além disso, atente-se também aos investimentos que são tributados pelo Imposto de Renda (IR), se possuem encargos financeiros (como IOF) ou outras deduções, para que você não corra o risco de, no final das contas, obter uma rentabilidade ainda menor do que a da poupança.

Mas não se assuste! Mesmo com o pagamento de IR, muitos investimentos ainda são muito seguros e rentáveis.

DICA: Uma opção pode ser a NuConta, que renda mais do que a poupança e também é gratuita. É possível fazer saques a qualquer momento pagando R$6,50. Saiba mais no site.

CONSIDERAÇÕES FINAIS — Entenda De Vez Por Que Poupança Não é Investimento
Ninguém melhor do que você mesma para cuidar do seu dinheiro, não acha?
Por isso, toda informação ainda é pouco e quanto mais você aprender sobre finanças, mais próxima da sua independência financeira você estará!

Deixar o seu dinheiro na poupança é uma forma de negligenciar o seu enriquecimento e, por isso, é imprescindível que você compreenda porque poupança não é investimento.

O rendimento da poupança é atrelado a Taxa Selic, que vem sendo reduzida nos últimos anos e, atualmente (jan.2020) ela está em 4,5%, o que faz com que a poupança entregue rendimentos muito baixos, pois quando a Selic está abaixo de 8,5% os rendimentos da poupança ficam comprometidos a 70% da referida taxa.

Nesse cenário, estima-se que a poupança renderá apenas 3,15% ao ano em 2020, contra uma inflação que também se aproxima desse valor. Logo, a previsão para 2020 é de a poupança novamente vá perder para a inflação como aconteceu em 2019.

Logo, não corra o risco de perder dinheiro em 2020 e busque investimentos que possuam benefícios semelhantes à poupança, principalmente se você a utiliza como uma reserva de emergência. Assim você não perde dinheiro (poder de compra) e continua preparada para imprevistos!

Me conta nos comentários se você já sabia porque a poupança não é investimento e se todas essas informações foram úteis para você!

Para aprender mais sobre finanças pessoais e planejamento, clique aqui.
    + Siga o blog nas redes sociais:
    Instagram@blog.queromeformar
    Pinterest
    /queromeformar

    + PINE A IMAGEM PARA NÃO ESQUECER!
    Imagens para Pinterest Entenda De Vez Por Que Poupança Não é Investimento


    + GOSTOU DAS DICAS? SALVE O INFOGRÁFICO!
    Infográfico Entenda De Vez Por Que Poupança Não é Investimento


    REFERÊNCIAS

    LIVROS
    Do Mil ao Milhão Sem Cortar o Cafezinho. Thiago Nigro. Compre na Amazon. Compre na Americanas. Compre no Shoptime. Compre no Submarino.

    SITES
    5 investimentos melhores que a poupança para aplicar seu dinheiro. Toro Investimentos. Acesso em: 15/01/2020.

    A poupança como forma de investimento. Organizze. Acesso em: 14/01/2020.

    Inflação. IBGE. Acesso em: 14/01/2020.

    Rendimento da poupança hoje - 03/01/2020. Investimentos e Notícias. Acesso em: 14/01/2020.

    Taxa Referencial: Veja o valor da TR mensal e como ela influencia seus investimentos. Toro Radar. Acesso em: 15/01/2020.

    Vale a Pena Investir na Poupança?. Bússola do Investidor. Acesso em: 15/01/2020.

    2 comentários:

    1. Que artigo interessante! Bem completo. Desde que comecei a entender como funciona a poupança e seu rendimento (mínimo), fiquei assustada, pois há muito tempo tinha uma conta poupança e nunca me preocupei em entendê-la melhor. Acho que falta mto a Educação Financeira msm para as pessoas, pq mtas ainda acreditam que poupança é uma boa opção. Salvei seu post para mandar pra mais gente :D
      Quero Detalhes

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigadaaa <3
        Fez muito bem em procurar saber, sair da sua zona de conforto. Logo, logo será uma super girl boss de finanças, haha <3

        Excluir

    - Lembre-se de que todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do autor.
    - Não pratique spam!
    - Deixe a opção "Notifique-me" marcada para que você receba uma notificação quando seu comentário for respondido.