Blog Quero me Formar — Organização & Finanças: Como Economizar com Alimentação e Ainda se Alimentar Bem?

11 de janeiro de 2020

Como Economizar com Alimentação e Ainda se Alimentar Bem?

Os gastos com alimentação representam grande parcela do orçamento pessoal e não podemos abrir mão de uma comida boa e saudável. Então como economizar na comida e ainda se alimentar bem? Confira as dicas!

Comida Saudável sobre mesa branca; Laranja, uvas, suco de laranja, pão com queijo



Quando se está com o orçamento apertado, o melhor a fazer é reduzir os gastos e abrir mão de alguns confortos que podemos vivem sem, contudo, muita das vezes parece ser inviável economizar na alimentação sem perder "qualidade de vida".

Apesar de parecer, a busca por economizar com comida pode levá-la a alimentar-se bem e adotar hábitos mais saudáveis [não só financeiramente].


Como Economizar com Alimentação e Ainda se Alimentar Bem?

Confira 6 dicas que vão te ajudar a economizar com alimentação e ainda alimentar-se com qualidade!


1. Faça Listas de Compras e Repense Seus Gastos com Comida


Mãos Femininas Escrevendo em Um Post It Sobre Mesa

No artigo cobre como economizar no dia a dia (confira aqui), falei sobre fazer listas de tudo o que for comprar, principalmente se tratando de comida. Logo, antes de ir ao supermercado, feira e todos os lugares em que for para comprar alimentos.

Sugiro, inclusive, que você crie a sua lista em apps de check-list, como o Google Keep, pois assim é possível reutilizar a lista nas próximas compras e organizá-las por setor, como frios, feira, biscoitos, cesta básica e etc.

Enquanto fizer suas listas, reflita sobre os seus hábitos de consumo em relação à comida. O que pode ser reduzido ou eliminado?

Biscoitos e industrializados, por exemplo, podem ser praticamente 100% eliminados, enquanto carnes poderiam ser reduzidas se você é do tipo que "não come sem carne", por exemplo.

2. Não compre desnecessariamente


Macarrão em Saco, Grãos em Saco e Alhos em um Fundo Branco

Pense também nas quantidades em relação ao lapso temporal das suas compras, ou seja, se você faz compras semanalmente, compre apenas o necessário para uma semana.

Caso você ainda não saiba a duração média dos itens que compra, passe a observar a partir de agora, faça uma pesquisa na internet ou tente relacionar quanto você usará e quantas vezes usará com a quantidade de cada embalagem.

Isso é extremamente importante para evitar desperdícios e economizar, principalmente se o produto não estiver com um bom preço e, principalmente, não deixe de anotar as quantidades na lista, assim você não comete excessos e nem compra a menos, fazendo-a tem que comprar em algum lugar mais caro depois.

Clique aqui para fazer download de uma lista de mercado gratuita para imprimir!


3. Economize no Supermercado


Caixas de Morango em Foco Sobre um Caixote de Madeira na Feira

Para economizar na comida e se alimentar bem, sempre vá às compras no "dia de feira" dos supermercados e sacolões (normalmente entre terça e quinta-feira) para adquirir todas as suas frutas e legumes com o menor preço.

Além disso, observe o preço que feiras e sacolões oferecem preços de produtos como queijos, mel, farinhas de tapioca, peixes e até peito de peru, pois podem ser mais baratos que nos supermercados.

Além disso, priorize o consumo de frutas e legumes, pois são baratos, são ótimos à saúde e podem ajudar a aumentar a saciedade nas refeições. Você poderá ainda congelá-los para garantir que não estraguem.

Antes de ir fazer suas compras, leve em conta também quais são os alimentos da estação pois, com o aumento da demanda, eles estão mais baratos e até mais saborosos.


Veja no infográfico quais são os alimentos de cada época do ano:


Infográfico Quais São os Alimentos de Cada Época do Ano
Fonte: Pinterest.

Observe também quando, tipicamente, os mercados têm grandes promoções (onde moro costuma ser do fim do mês para o início do próximo, por exemplo) para aproveitar mais produtos com preços mais baixos.

Se costuma comprar em grande quantidade, como uma compra do mês, aproveite supermercados de atacado, cujos preços normalmente são significativamente menores a partir de 3 unidades ou na compra de fardos fechados, como de leites, detergentes, iogurtes.

Por fim, planeje suas compras com antecedência e sempre compre os alimentos onde for mais barato. Não deixe para ir à padaria ou mercearia mais próxima para comprar os ingredientes da sua receita, pois os preços certamente serão significativamente mais caros.

DICA: Siga os mercados, sacolões e etc. nas redes sociais e/ou receba as ofertas no Whatsapp (muitos estabelecimentos oferecem esse serviço) e compare preços antes de sair de casa. Se programe para ir às compras quando estiver com tempo, assim você pode ir à mais de um estabelecimento e comprar seus produtos onde estiverem em promoção.


4. Cozinhe em Casa


Mulher no fogão cozinhando legumes na cozinha

Cozinhe em casa para o máximo de refeições que puder: almoço, lanches e jantar.

Mesmo que você não tenha muitos dotes culinários — o que pode significar uma boa oportunidade para aprender, fazer suas próprias refeições a farão economizar muito com comida e ainda alimentar-se bem, já que você saberá exatamente como a comida foi feita e poderá prepará-la com ainda menos gorduras, sais e ingredientes químicos/industrializados.

Principalmente se você não tem muito tempo, planejar suas refeições é essencial. Você pode planejá-las para depois ir às compras (o que é mais recomendado) ou planejar seu cardápio de acordo com o que já tem na geladeira.

De qualquer forma, é imprescindível que seu cardápio seja baseado em receitas práticas, saborosas, diversificadas e equilibradas (proteínas, vegetais, legumes e carboidratos) e, principalmente, que tenham ingredientes em comum.

Isso ajudará na economia de escala e também facilitará a sua vida, pois poderá deixar no congelador, por exemplo: frango cozido e desfiado, carne moída, bifes picados e limpos, cenouras raladas, couves raladas, morangos lavados e picados e etc. Confira receitas saudáveis para o dia a dia, práticas e baratas clicando aqui.

Utilize potes, bolsas, embalagens à vácuo e garrafas térmicas para conservar as refeições por mais tempo.

 
Fonte: Pinterest.



Assim como muitas pessoas, eu sei muito mal cozinhar o básico e, mesmo assim, priorizo sempre fazer minha própria comida e meus próprios lanches.

Recomendo sempre o que eu mesma fiz: ir para o YouTube e ir treinando com receitas simples. Sanduíche natural, por exemplo, é delicioso e não tem segredo e você pode ainda encontrar muitas receitas fáceis buscando por "receitas de frigideira". Facilita muito a vida e contribui para a sua saúde!


+ Leia também:

Eu recomendo, ainda, que você tenha já estabelecido e anotado todas as suas refeições da semana e em cada horário, para evitar que você faça mais refeições do que deveria ou que, ao não saber o que fazer, gaste dinheiro com alguma besteira ou peça comida.

Como dito, você pode fazer antes de ir ao mercado e fazer sua lista baseado nesse cardápio completo ou, ainda, basear suas refeições no que você comprou.


5. Criar Regras



Novamente, analise os seus hábitos de consumo e reflita a respeito das besteiras que tem permitido incluir na sua rotina, como: lanches toda semana, sobremesas depois do almoço e sempre comprar guloseimas quando for ao supermercado.

Ao refletir, anote e em seguida faça substituições mais baratas e mais saudáveis, como:
• reduzir lanches e pizzas de semanalmente para mensalmente ou, no máximo, quinzenalmente;

• eliminar sobremesas  e ingestão de líquidos durante a refeição durante a semana (você vai economizar muito e ainda poupar o seu organismo de tanto açúcar!). Se preferir, coma frutas para substituir a sobremesa, mas a bebida durante as refeições é muito recomendável que você substitua;

• substituir as guloseimas do mercado por algo saudável e gostoso ao mesmo tempo, como cookies integrais, pasta de amendoim e coisas do tipo ou, ainda melhor, planejar cozinhar algo saudável e saboroso substituir as "besteiras".

Nessa mesma linha, você pode criar regras quantitativas ou monetárias, de forma a limitar quanto você gasta com comida, seja no geral, somente com lanches, doces ou confraternizações ou, senão, quanto você come certas coisas como refrigerantes, churrascos, ir a restaurantes e etc. Assim você controla os gastos e cuida da sua saúde ao mesmo tempo!

+ Leia também:

6. Utilizar cupons


Mãos femininas com esmalte vermelho escuro segurando celular e caneta

Quando for pedir comida, priorize a utilização de aplicativos de delivery como o iFood e seus sucessores.

Esses apps normalmente incluem diversos restaurantes e, portanto, também é possível encontrar comidas saudáveis por lá e, principalmente, aproveitar cupons de desconto que você pode encontrar na internet ou ganhar indicando o aplicativo para um amigo, o que é bem comum.


Considerações Finais
Para economizar com alimentação no dia a dia e se alimentar bem, basta uma mudança nos hábitos de alimentação e consumo, assim, não só as suas finanças ficarão mais saudáveis, como também a sua alimentação!

Comer fora sempre que quiser, comer besteiras e outros hábitos podem ser uma questão de conforto, mas é aquele tipo de "conforto" que  você pode viver sem e, ainda, melhorar a sua vida.

Cozinhe em casa e, para facilitar, planeje todas as suas refeições com antecedência, escolhendo cardápios saudáveis e práticos, que utilize os mesmos ingredientes. De preferência, escolha alimentos típicos da estação e faça sua lista de compras após planejar o seu cardápio e antes de ir ao supermercado.

Quando possível, garanta o seu desconto: compre em mercados de atacado, siga os supermercados no Instagram para acompanhar as promoções e ir onde estiver barato e, quando for pedir comida, utilize aplicativos de delivery para aproveitar cupons de descontos.

Por fim, para economizar na comida e ainda se alimentar bem, crie regras e faça substituições saudáveis aos maus hábitos de consumo, reduzindo suas saídas para comer fora, ingestão de sobremesa durante a semana e, de preferência, eliminando o hábito de ingerir refrigerantes principalmente) e sucos durante as refeições. Você economiza e sua saúde agradece!

Acho que o principal nisso tudo é se arriscar e usar a criatividade, pois fazer suas próprias refeições é a principal maneira de economizar a se alimentar bem ao mesmo tempo, portanto, procure por receitas na internet (principalmente YouTube) e vá analisando outros hábitos que podem ser melhorados, tanto financeiramente quanto no que tange à sua alimentação.

Como sempre, compartilho dicas que foram úteis para mim na construção de uma vida financeira mais saudável, mas sempre quero ouvir a sua experiência também!

Me conta nos comentários o que você já faz para economizar na alimentação sem deixar de comer bem e o que você viu nesse post que vai te ajudar!

Para aprender mais sobre finanças pessoais e planejamento, clique aqui.


+ Siga o blog nas redes sociais:
Instagram@blog.queromeformar
Pinterest/queromeformar



+ PINE A IMAGEM PARA NÃO ESQUECER!
Imagens para Pinterest Como Economizar com Comida e Ainda se Alimentar Bem?


+ GOSTOU DAS DICAS? SALVE O INFOGRÁFICO!
Infográfico Dicas Como Economizar com Alimentação e Ainda se Alimentar Bem?


Planner Financeiro Completo para Download e Impressão

4 comentários:

  1. Post super completo e bem estruturado! Parabéns! Quero fazer um post no futuro com vc, o que acha? :)
    garotastarfashion.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Você sempre interagindo muito por aqui! Muuuito obrigada <3

    Eu acharia super legal fazer um post com você! Me mande um e-mail quando quiser: trabalhos.qmf@gmail.com! <3

    ResponderExcluir
  3. Nossa!Achei maravilhosa essas dicas, gostei, algumas delas já faço parabéns, sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz com o seu comentário, Selma! Obrigada e muito sucesso para você <3

      Excluir

- Lembre-se de que todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do autor.
- Não pratique spam!
- Deixe a opção "Notifique-me" marcada para que você receba uma notificação quando seu comentário for respondido.