Blog Quero me Formar — Organização & Finanças: Como Guardar Dinheiro Todo Mês Mesmo Ganhando Pouco em Apenas 3 Passos Simples

28 de setembro de 2019

Como Guardar Dinheiro Todo Mês Mesmo Ganhando Pouco em Apenas 3 Passos Simples

Guardar dinheiro é fundamental para ter controle sobre suas finanças, pois significa que você já é capaz de economizar e fazer sobrar dinheiro.
Confira nesse artigo 3 dicas simples para guardar dinheiro todos os meses, mesmo ganhando pouco!

Mãos masculinas guardando uma moeda em um porquinho

As pessoas sempre dizem o quanto gostariam de ter dinheiro e, para lhes proporcionar a sensação de que o tem, gastam tudo o que ganham comprando coisas. 

Eu costumo dizer que se você gasta todo o seu dinheiro comprando coisas, você definitivamente não tem dinheiro. Tem apenas bens e serviços que perdem valor com o tempo. 

Portanto, guardar dinheiro é um caminho necessário para realmente ter dinheiro, pois você poderá começar a formar uma reserva de emergência e se preparar para imprevistos (o que sempre compromete ainda mais a situação financeira de quem "torra" todo o dinheiro que ganha).

Além disso, fazer o seu dinheiro sobrar e guardá-lo todo mês permite que você planeje os seus objetivos e conquistas, comece a investir e construa um patrimônio que faça o dinheiro trabalhar para você


Qual a importância de guardar dinheiro?


A CEO do Canal Me Poupe!, Nathalia Arcuri, faz uma recomendação em seus vídeos chamada "viver um degrau abaixo".

Isso implica em ter uma visão de longo prazo e viver com menos do que você ganha para ser capaz de se preparar para imprevistos, atingir metas e planejar um futuro mais confortável por conta própria, sem precisar contar com a duvidosa previdência social ou com a ajuda de parentes.

Uma vez li um artigo intitulado "você nunca vai ficar rico" e um dos motivos para nunca ser rico dizia:

Você nunca guarda dinheiro, e quando poupa, é para gastar.

E eu suponho que muitas pessoas se identifiquem com essa afirmativa, pois é algo muito praticado pelas pessoas, especialmente jovens.

É imprescindível ter mente que a finalidade de começar a poupar é garantir que parte da sua renda sobre no final do mês para que aos poucos você vá equilibrando a sua situação financeira.

Assim você pode começar a fazer planos para o seu dinheiro (como fazer viagens, comprar um carro, reformar a casa) em vez de simplesmente sair fazendo tudo isso e ficar sem um real no bolso depois.

Antes de saber como guardar dinheiro todo mês, você também precisa ter em mente porque é importante, para você, conseguir fazer isso.

Sem esse propósito você não terá a mínima motivação para fazer mudanças de hábitos, assim como faltará comprometimento para não utilizar esse dinheiro guardado.


Como Guardar Dinheiro Todo Mês Mesmo Ganhando Pouco


Para guardar dinheiro, é claro, você tem que fazer ele sobrar. Entretanto, para quem já ganha pouco, guardar dinheiro pode parecer algo fora da realidade.

Assim, veja algumas dicas que podem ajudar você a ter algumas folgas financeiras:

1º Faça um orçamento e economize


Estabeleça, em média, qual é a sua renda mensal e com base nela, tente estabelecer limites para os seus gastos.

É comum pensar que deve guardar o dinheiro que sobrar depois de pagar todas as contas mas, na verdade, o seu orçamento deve seguir a seguinte equação:

DESPESAS = RECEITAS - INVESTIMENTOS

Apesar de parecer arriscado para algumas pessoas, seguir essa equação é uma forma eficiente de se obrigar a guardar dinheiro e fazer ele render ao mesmo tempo.

Esse é o famoso princípio do "pague-se primeiro", ensinado no livro Pai Rico, Pai Pobre de Robert T. Kiyosaki e Sharon L. Lechter.

Significa separar, antes do pagamento de qualquer conta, uma quantia que não será gasta com nenhum tipo de compra, ou seja, será 100% poupada ou investida sem posterior resgate para consumo.

Esse princípio realmente funciona na maioria das vezes, pois uma vez que você se compromete a não mexer no dinheiro que guardou, vai precisar usar o dinheiro que sobrou de forma estratégica para conseguir pagar todas as contas.

Como consequência disso, é provável que você gaste menos com coisas supérfluas para não comprometer o orçamento e se sinta muito orgulhosa/feliz de ter um dinheirinho na conta.

Isso serve muito como incentivo para manter a disciplina nos próximos meses.

Veja rapidamente algumas dicas para economizar:
  • optar pelos apps gratuitos que fazem o mesmo papel que aplicativos premium substituíveis, como Spotify e talvez até Netflix;
  • planos de telefonia-celular (diferentes operadoras oferecem diferentes planos com diferentes valores!);
  • comprar bens e serviços em épocas promocionais (mudanças de estação, dia do consumidor, Black Friday);
  • utilizar o pacote de serviços essenciais da sua conta corrente ou migrar para bancos digitais;
  • fazer listas de compras para tudo (supermercados, coisas necessárias, cosias supérfluas).

Aprenda mais acessando esses posts:

↝ Como Controlar Seus Gastos em Apenas 3 Passos Simples

O Guia Completo de Como Controlar a Sua Vida Financeira


2º Comece poupando qualquer quantia


O autoconhecimento é importantíssimo para qualquer área da sua vida e, especialmente, na sua vida financeira.

É importante compreender a origem da sua relação com o dinheiro para parar de se sabotar, de forma que o medo não te paralise de mudar os seus hábitos financeiros.

Ou, por outro lado, para que o consumismo não te impeça controlar a sua vida financeira.

Uma dica válida para qualquer um desses tipos de comportamento (cauteloso ou consumista) é começar guardando qualquer quantia de dinheiro.

De preferência, guarde o dinheiro em uma conta bancária para que você diminua o risco de acabar gastando o dinheiro.

Utilize o princípio do "pague-se primeiro" e guarde nem que seja R$5,00 todo mês antes de pagar qualquer outra conta.

Se R$5 ainda puder fazer muita falta no seu orçamento, também não é motivo para não guardar.

Poupe o quanto puder mas faça-o sempre para que você adquira o hábito e a disciplina de guardar regularmente parte do dinheiro que ganha.

Sophia Amoruso, em seu livro #GirlBoss, diz algo semelhante:

Trate sua poupança como uma conta a pagar e diga para si mesma que haverá consequências se não fizer esse pagamento.

Ela recomenda, ainda, programar uma transferência bancária, por exemplo, se você tiver outra conta, para "isolar" esse dinheiro e fingir que ele nunca existiu depois de transferido.

Para quem é menos conservador, o ideal é colocá-lo em uma boa aplicação. Saiba mais sobre investimentos clicando aqui.

De qualquer forma, apenas dê o primeiro passo! Se a sua realidade é que poderá guardar R$ 2,00 por mês, guarde R$2,00 e sinta-se incrível.

Poupar R$2,00 é melhor do que não poupar nada, não acha?

A partir desse hábito, você pode abrir a sua mente para começar a guardar um pouco mais do que já guarda ou fazer renda extra para começar a guardar mais.


3º Aproveite remunerações esporádicas


Se você ganha pouco ou não tem uma renda estável, pode aproveitar rendas esporádicas para dar o primeiro passo ou conseguir guardar uma quantia mais significativa.

Alguns exemplos são:
  • abonos, bonificações, gratificações, décimo terceiro salário, terço de férias, FGTS ou verbas rescisórias
  • dinheiro recebido como "presente".

Você pode ainda ter fazer um dinheiro extra sem muito esforço, como vendendo itens que não usa mais na internet.

Se possível, separe todas essas rendas eventuais e guarde.

Minha primeira quantia poupada foi meu primeiro décimo terceiro salário (que ainda foi proporcional) e, por mais que parecesse muito interessante gastar todo aquele dinheiro, a verdade é que foi muito mais gratificante colocar ele na minha conta.

Afinal, o normal é que eu tivesse apenas o meu salário para gastar, logo, saber que tinha uma quantia guardada mesmo depois de consumir era uma sensação genuína de realmente ter dinheiro.

Caso você pretendesse fazer alguma coisa com esse dinheiro (como décimo terceiro), tente "mudar a rota" e fazer um planejamento financeiro mais objetivo, incluindo quantias poupadas mensalmente de forma que não seja necessário contar com o pagamento do seu 13º para realizar algo.




+ GOSTOU DAS DICAS? SALVE O INFOGRÁFICO!

Infográfico Dicas para Conseguir Poupar Dinheiro Todos os Meses Mesmo Ganhando Pouco!


Considerações Finais

Guardar dinheiro é um hábito capaz de fazer grandes transformações na sua vida financeira.

Meu interesse por finanças começou exatamente quando eu percebi o quanto era satisfatório ver o dinheiro na minha conta enquanto todas as contas eram pagas. Melhor ainda era ver esse dinheiro se multiplicando!

O primeiro décimo terceiro salário que coloquei na minha poupança me fez querer a aprender a economizar mais (para guardar mais), me planejar, aprender a investir e equilibrar a minha vida financeira no presente para prosperar no futuro.

Graças a essa experiência é que eu acredito muito nos resultados que as mudanças de hábitos financeiros podem proporcionar.

Visto que guardar dinheiro é imprescindível para começar a equilibrar a sua vida financeira, você pode organizar-se ainda mais rápido se conseguir guardar o seu dinheiro mensalmente.

Uma forma simples de conseguir fazer isso é seguindo essas etapas:
  1. Pague-se primeiro (DESPESAS = RECEITA - INVESTIMENTOS);
  2. Comece poupando qualquer quantia;
  3. Aproveite rendas esporádicas para guardar mais.

Você pode fazer isso de maneira ainda mais efetiva se utilizar ferramentas e estratégias de controle financeiro e, por isso, eu recomendo que você leia esse artigo sobre como fazer um planejamento financeiro pessoal e também o guia completo de como controlar a sua vida financeira, onde dou algumas dicas para ganhar mais que podem te ajudar a guardar mais dinheiro.



+ Siga o blog nas redes sociais:
Instagram@blog.queromeformar
Pinterest/queromeformar


+ PINE A IMAGEM PARA NÃO ESQUECER!

Como Poupar Dinheiro Todos os Meses Mesmo Ganhando Pouco!


Planner Financeiro Completo para Download e Impressão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Lembre-se de que todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do autor.
- Não pratique spam!
- Deixe a opção "Notifique-me" marcada para que você receba uma notificação quando seu comentário for respondido.