Blog Quero me Formar — Organização & Finanças: O Que Fazer com o Seu Primeiro Salário + Dicas Financeiras

5 de abril de 2021

O Que Fazer com o Seu Primeiro Salário + Dicas Financeiras

Não comece errando com o seu dinheiro! Confira dicas valiosíssimas sobre o que você deve fazer com o seu primeiro salário.

Imagem de divulgação mãos femininas escrevendo unhas com esmalte branco sobre O Que Fazer com o Seu Primeiro Salário

Conseguir o primeiro emprego é incrível!

Principalmente quando você já está esperando por isso há um tempo, a sensação é maravilhosa e você logo começa a pensar em tudo o que irá fazer com o dinheiro.

Afinal, você provavelmente já ouviu alguém dizer (ou já foi a pessoa que disse): "quando eu tiver o meu salário, vou comprar tudo o que eu quero."

Mas será que começar comprando tudo o que você quer é a melhor opção?


O Que Você Deveria Fazer com o Seu Primeiro Salário

A organização financeira não é algo que cai no seu colo automaticamente quando você ganha muito dinheiro.

É algo que se constrói ao longo do tempo por meio de hábitos financeiros saudáveis.

Por isso, se você está começando a trabalhar agora e em breve receberá o seu primeiro salário, mesmo que seja pouco, você definitivamente deve aprender a administrá-lo da melhor forma.

Mas, antes de mais nada:

Quando você vai receber o seu primeiro salário?


Essa é uma questão relevante.

Infelizmente vejo muitas pessoas se endividando no dia seguinte em que são contratadas, já contando com o dinheiro que vão começar a receber sendo que mal começaram o emprego.

E o pior: a pessoa talvez nem saiba como funciona o pagamento, ou seja, quanto e quanto ela irá receber.

Mas respondendo, você vai receber o seu primeiro salário, provavelmente, após o fechamento do mês em que você começou.

Ou seja, se você começou a trabalhar no mês de janeiro, você provavelmente só vai receber em fevereiro.

Cada empresa adota a sua política, mas por lei você deve receber o seu pagamento até o quinto dia útil do mês subsequente (que é o que a maioria das pequenas empresas praticam).

E tem um detalhe muito importante: o pagamento é proporcional.

Ou seja, se você começou a trabalhar no dia 17, por exemplo, não vá se empolgando ao pensar no que fará com um salário, pois você receberá proporcionalmente aos dias trabalhados.

* Com a ressalva de que domingos e feriados são considerados descansos semanais remunerados.

Ou seja, o seu salário será calculado da seguinte forma:

(Valor do salário bruto / 30 dias) x nº de dias trabalhados

Normalmente usa-se o mês comercial (30 dias) para todos os meses de cálculo.

E não podemos esquecer da previdência social.

Se você vai trabalhar de carteira assinada, mensalmente haverá o desconto do INSS, cuja alíquota varia de acordo com a faixa de salário.

Para o salário mínimo, desconta-se 7,5% do salário bruto.

O salário após os descontos (de INSS e outras deduções, se houver) é o salário líquido, que é a quantia que você realmente vai receber.

Então vamos supor que você tenha iniciado no dia 17 de janeiro e teve sua carteira assinada por R$1.100.

Você provavelmente vai receber o seu primeiro salário até o 5º dia útil de fevereiro, um salário líquido de R$576,38 (se você não tiver faltado nenhum dia, é claro).


Então, o que você deve fazer com o seu primeiro salário?

Se você não tiver dívidas, ainda morar os pais, não tiver filhos e sua família não precisar da sua ajuda, você deveria guardar o seu primeiro salário.

Na verdade, até mesmo se você tiver dívidas, filhos ou ajudar em casa, seria bastante adequado que você guardasse o dinheiro recebido.

E as razões para você guardar o seu primeiro salário são várias.

É claro que devemos pensar positivo, mas, quando estamos começando em um novo emprego, tudo é muito incerto:

  • pode ser apenas um período de experiência em que no final você não seja definitivamente contratada;
  • o negócio pode ser sazonal e você acabar sendo despedida quando o negócio estiver indo mais devagar;
  • se for um novo negócio, ele pode não conseguir se estabelecer e vir a fechar;
  • você pode não se adaptar bem ao trabalho e ser despedida ou precisar pedir demissão.

Adicionalmente, existem regras para o Seguro Desemprego e, dependendo da situação em que você se encaixar, você pode não receber o seguro desemprego no primeiro emprego (ou nos primeiros).

Ou seja, cabe a você garantir a sua segurança (financeira) e da sua família.

Não pense que isso cabe ao seu empregador, porque não é responsabilidade dele (e nem do governo).

Por isso, se você estiver endividada ou sua família estiver precisando, tente segurar as pontas mais um ponto e guardar ao menos uma parte do dinheiro.

Afinal, se vocês estavam sem esse dinheiro até agora, provavelmente consegue apertar por mais um mês.

Porque a verdade é que um mês passa muito rápido e você estará recebendo mais um salário outra vez.

O importante é garantir que você tenha dinheiro (e não coisas) mesmo que algum imprevisto aconteça ou você perca o emprego.

E eu sempre digo aqui no blog: quando você tem pouco dinheiro, você precisa decidir entre ter dinheiro (e aprender a prosperar no futuro) ou ter coisas (e só parecer rico).

Então, se você não tem obrigações para o dinheiro que vai receber, continue assim.

Guarde todo ou quase todo o dinheiro do primeiro salário e espere até o próximo mês para começar a gastar.

Assim você poderá aproveitar os próximos salários com a tranquilidade de já ter iniciado uma reserva e, se algo acontecer, você terá esse dinheiro para te resguardar.


Dicas extras sobre o que fazer com o seu salário


Não se limite a guardar apenas o seu primeiro salário.

Pense grande e sempre na frente.

Você provavelmente tem objetivos e sonhos que precisam de dinheiro para serem alcançados, por isso, já comece a se preparar para eles.

Se você tem menos de 18 anos, por exemplo, provavelmente vai querer tirar a sua habilitação aos 18, começar uma faculdade ou o seu próprio negócio.

Para que esperar tudo isso no cair no seu colo enquanto você gasta cada centavo que ganha?

Guarde dinheiro mensalmente para o seu futuro e, assim, você vai ter condições de investir em você, cuidar da sua família, realizar os seus sonhos e ser verdadeiramente próspera.

Para cuidar bem do seu dinheiro, você pode seguir algumas dicas que já foram explicadas passo a passo aqui no blog:


Se você precisa de dicas para economizar dinheiro, confira esse artigo que te levará para outros artigos do mesmo tema aqui no blog.

Aproveito para deixar um insight muito valioso do livro Os Segredos da Mente Milionária, de T. Harv Eker:

“Os que se valem do argumento “não tenho dinheiro suficiente para administrar”, por sua vez, estão olhando pelo lado errado do telescópio. Em lugar de dizerem “Quando eu possuir muito dinheiro, começarei a administrá-lo”, devem dizer “Quando eu começar a administrar as minhas finanças, terei muito dinheiro.”


Considerações finais sobre o que fazer com o seu primeiro salário


Como você já viu ao longo desse artigo, começar a administrar bem o seu dinheiro deve ser o seu foco desde o primeiro salário.

E essa dica vale para pessoas de qualquer idade e em qualquer situação.

Mas é claro que, se você está em uma situação que te dá menos liberdade com o dinheiro (como dívidas e família), você vai precisar administrar o seu dinheiro com ainda mais cuidado e zelo.

Afinal, as decisões que você tomar em relação ao dinheiro podem afetar a vida de outras pessoas que não só a sua.

E está aí mais um motivo para você se preocupar em cuidar bem do seu dinheiro.

E cuidar bem do seu dinheiro vai muito além do que gastar menos do que ganha.

Mudar seu mindset, ter metas, fazer um planejamento e aprender a fazer o seu dinheiro se multiplicar também são pilares muito importantes.

Mas a minha dica é que você deve guardar o seu primeiro salário.

Assim você já fica ao menos um pouco preparada para as incertezas e imprevistos que possam surgir, mas lembre-se também de não parar de guardar dinheiro.

Guarde não só o seu primeiro salário como boa parte dos próximos.

E o planejamento é importante justamente para que você consiga balancear o "viva o hoje" com o "você provavelmente vai estar vivo amanhã".

A intenção é sempre aproveitar o momento presente sem deixar de garantir mais conforto e segurança no futuro.

Por fim, eu espero que essas dicas tenham sido úteis e que o seu primeiro salário seja só o começo da sua prosperidade!

Me conta aqui nos comentários: você se lembra o que fez com o seu primeiro salário?

Escrevendo esse post eu me dei conta de que sempre guardei não só o primeiro salário do meu primeiro emprego, como todos os outros primeiros salários, bolsas de estudos e tudo (risos).


+ Siga o blog nas redes sociais:
Pinterest/queromeformar


+ PINE A IMAGEM PARA NÃO ESQUECER!

Imagem de Divulgação para Pinterest O Que Fazer com o Seu Primeiro Salário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Lembre-se de que todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do autor.
- Não pratique spam!
- Deixe a opção "Notifique-me" marcada para que você receba uma notificação quando seu comentário for respondido.